Notícias

22 de julho

Hospital São Vicente de Paulo inaugura primeira etapa do Cancer Center

Com gestão feita pelo Hospital Erasto Gaertner, de Curitiba (PR), estrutura deverá atender pacientes dos 20 municípios da 5ª Regional de Saúde, o que equivale a uma população de quase 500 mil habitantes

 

Com seis leitos de observação, sala de emergência e cinco consultórios, será inaugurada nesta quarta-feira (22) a primeira etapa do Cancer Center do Hospital São Vicente de Paulo, em Guarapuava. A unidade será gerida pelo Hospital Erasto Gaertner, de Curitiba (PR), e deverá atender pacientes dos 20 municípios da 5ª Regional de Saúde, o que equivale a uma população de quase 500 mil habitantes.

 

Ambientes modernos e humanizados, com jardins internos e box individualizados, integram a estrutura, que oferecerá, ainda, 20 poltronas e box individualizados, com TV, para cada paciente durante o tratamento quimioterápico.

 

No segundo andar, ficam as instalações do Instituto para Pesquisa do Câncer, cujas atividades serão conduzidas por uma gestão tripartite a ser feita pela Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG), pelo Hospital São Vicente e pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). Com esse arranjo, o instituto será um dos mais equipados centros de medicina genômica do Brasil, voltado para pesquisa e atenção aos pacientes com câncer.

 

A estrutura vai fomentar pesquisas de alto nível e ensino de qualidade, podendo ainda investigar outras doenças do ponto de vista genético, trabalhar com a parte genômica de animais e plantas e até mesmo fazer estudos inéditos no Brasil.

 

Toda a primeira etapa do Cancer Center demandou investimentos de R$ 21.039.036,95, cifra direcionada a obras e equipamentos, sendo indicada pela Secretaria de Saúde do Estado do Paraná, pelos deputados estaduais Ademar Traiano e Cristina Silvestri e pelo deputado federal Giacobo.

 

Segunda fase

A segunda etapa do espaço prevê um prédio com seis pavimentos, contendo seis salas de cirurgia de alta complexidade, 20 leitos de UTI e 80 leitos de internação, com infraestrutura pronta para receber inclusive cadeirantes e obesos, e isolamentos respiratórios, entre outros leitos paliativos. Terá ainda jardim exclusivo e salas de ensino com auditório.

 

Ainda nessa fase, será aberta a área da radioterapia, que vai ocupar 776.62 metros quadrados, com capacidade para atender 70 pessoas por dia. A implantação, que deve ser concluída em 2021, faz parte do Programa de Expansão da Radioterapia do Ministério da Saúde, no qual o Hospital São Vicente foi contemplado em 2011, por meio de uma articulação do então deputado federal Cezar Silvestri.

 

Apesar dos grandes aportes exigidos, a prova de que esse sonho é possível é o grande engajamento das autoridades paranaenses, que, independentemente de partidos políticos, estão unidas nessa causa, fazendo toda a diferença na construção. Parcerias com iniciativas privadas e com a comunidade também são fontes de apoio ao projeto.

 

Para a segunda etapa, já estão previstos mais de R$ 80 milhões em convênios, assegurados pelos deputados federais Valdir Rossoni, Zeca Dirceu, Giacobo, Sandro Alex, Sergio Souza, Rubens Bueno, Takayama, Osmar Bertoldi, Toninho Wandscheer e Leandre, pelos deputados estaduais Paulo Miró, Cristina Silvestri, Artagão Junior e Rodrigo Estacho e pelo grande aporte da prefeitura e da Câmara Municipal de Guarapuava, que erguem toda a parte estrutural, mais elevadores e geradores dessa obra, que já está sendo executada, demandando um total de R$ 14.349.035,83.

 

O Cancer Center já se consolida como um dos centros de saúde mais complexos e importantes do país. Prova disso são os grandes aportes financeiros recebidos de todas as esferas governamentais, que entendem a necessidade regional e a responsabilidade dedicada a esse projeto. É importante destacar que os serviços de oncologia ambulatorial, clínico e cirúrgico já são prestados pelo Hospital São Vicente na Unidade I, onde são realizados atualmente cerca de 1.200 atendimentos/mês.

 

A nova filial permitirá a ampliação e a modernização da assistência na instituição, que possui hoje habilitação como Unidade de Assistência de Alta Complexidade – UNACON. É que, com a entrada em funcionamento da área de radioterapia, cujas obras foram iniciadas neste mês de julho, o hospital poderá pleitear o credenciamento de Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON), tornando o serviço de oncologia cada vez mais completo para os pacientes com câncer para a cidade de Guarapuava e para a região, dispondo de mais segurança, conforto e qualidade.

 

Inauguração

Devido à pandemia, o Hospital São Vicente organizou uma agenda de três dias com diferentes horários para receber autoridades e parceiros para visitar a obra antes de disponibilizar, oficialmente, os serviços na nova unidade de quimioterapia e do Instituto para pesquisa do câncer. Nesta quarta-feira (22), essa atividade terá início às 15h. Nas quinta (23) e na sexta-feira (24), ocorrerá em três horários distintos, às 10h, às 14h e às 16h.

 

Para todos os dias, foram enviados convites. Com o objetivo de evitar aglomeração, a direção está utilizando lista de confirmação de convidados.

 

Fonte: Ascom Hospital São Vicente de Paulo