Notícias

01 de dezembro

Otimismo da indústria de transformação e construção civil recua em novembro, informa Fiep

Fonte: Agência Fiep

O Índice de Confiança da Indústria de Transformação – Paraná (ICIT-PR), divulgado mensalmente pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) recuou 0,1 ponto em novembro na comparação com o outubro. Embora seja a segunda queda consecutiva – houve retração também no mês anterior – o índice se mantém pelo quarto mês seguido na área de otimismo, com 52,1 pontos. Na comparação com novembro do ano passado, a elevação foi de 18,7 pontos.

Houve elevação, embora discreta, no Índice de Condições, que subiu 1,8 pontos e chegou a 46,9 pontos, ainda na área de pessimismo – pela 45ª vez consecutiva. Na comparação com novembro do ano passado, o salto positivo foi de 17,6 pontos.

Já o Índice de Expectativas apresentou retração de 1 ponto — terceira queda seguida — no mês atual contra outubro. Apesar do recuo, soma 54,7 pontos, mantendo-se pelo sexto mês consecutivo na área de otimismo, onde permanece desde abril. Se confrontado com novembro de 2015, a elevação é de 19,1 pontos.

Indicadores conjunturais

Avaliados no mês de outubro em comparação com setembro, os indicadores conjunturais apresentaram resultados ambíguos, na avaliação da Fiep. Segundo o levantamento, houve acréscimo de Volume de Produção, que passou de 40,8 para 45 pontos. A Utilização da Capacidade Instalada efetiva, por sua vez, encolheu de 35,1 para 30,7 pontos, enquanto a Evolução do Número de Empregados foi de 45 para 46,3 pontos.

Construção civil

Ao contrário do ocorrido em outubro, quando registrou resultado positivo de 0,1 ponto, o Índice de Confiança do Empresário da Construção – Paraná (ICEC-PR) caiu 0,7 ponto em novembro, chegando a 52,6 pontos. Este é o quarto mês consecutivo do indicador na área de otimismo depois de 28 meses seguidos na área de pessimismo. Confrontado com novembro do ano anterior, o acréscimo foi de 17,7 pontos.

Indicadores de confiança

Os indicadores de confiança da indústria de transformação e da indústria da construção variam no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, melhores condições ou expectativas positivas para o setor.

O IC – Índice de Confiança – mede a confiança do empresário industrial sobre a condição (Índice de Condições) e a expectativa (Índice de Expectativas), tanto da empresa industrial como da economia nacional. O Índice de Condições capta a situação da empresa industrial e da economia ocorrida no passado imediato. O Índice de Expectativas capta o sentimento para a empresa industrial e para a economia no futuro próximo (seis meses).

Para as pesquisas na íntegra acesse.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos que qualquer dúvida sobre os seus dados, você pode entrar em contato com o DPO da Acig, Margarete Freitas – dpo@acig.com.br(42) 3621-5501.