Notícias

23 de agosto

Jucepar e Sebrae/PR celebram convênio para desenvolver empresas em início de operação

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae/PR com Assessoria de Imprensa Jucepar

A Junta Comercial do Paraná (Jucepar) e o Sebrae/PR, entidades parceiras na implantação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), assinaram na última segunda-feira, dia 22, um acordo de cooperação técnica e operacional que vai facilitar o acesso de empreendedores paranaenses que abrirem suas empresas às soluções empresariais oferecidas pela entidade.

O documento foi assinado durante a reunião do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR pelos representantes máximos das duas instituições, o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Akel, juntamente com o presidente do Sebrae/PR, Edson Campagnolo, e o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Tioqueta.

O presidente da Jucepar destaca que o Sebrae/PR é um órgão fundamental para o desenvolvimento das pequenas empresas do Estado, portanto, para a Junta Comercial, que atua como agente de fomento do crescimento da economia no Paraná e garante a segurança jurídica necessária para esses empresários, contar com essa parceria é essencial.

De acordo com o diretor de Operações do Sebrae/PR , Julio Cezar Agostini, a partir da celebração deste acordo, os empresários dos 206 municípios que já atuam de forma integrada com a Redesim, e que adquirirem o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) por meio do Programa Empresa Fácil, poderão ser identificados de maneira mais efetiva e receber o apoio do Sebrae/PR conforme a necessidade, desde a sua abertura.

“O início de uma atividade empresarial é o momento em que o empresário mais precisa de suporte para se estruturar e se sustentar em um mercado cada vez mais desafiador. Com esta parceria, será possível atender ainda mais empresas desde sua abertura, proporcionando novas possibilidades, benefícios e oferecendo soluções empresariais específicas, de acordo com a necessidade de cada empresa”, esclarece Julio Agostini.

O coordenador estadual de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae/PR, Luiz Marcelo Padilha, afirma que o acordo é uma evolução do trabalho já desenvolvido dentro do Programa Empresa Fácil e poderá, a partir de agora, oferecer às empresas que estão abrindo outras soluções que possam facilitar o início de atuação no mercado.

“Estamos num momento econômico diferente de anos anteriores, por isso, a nossa intenção é, a partir da identificação das empresas que estão abrindo, mostrar quais são as soluções e as possibilidades que o Sebrae/PR oferece com relação à gestão da empresa, mercado, inovação tecnológica, crédito, entre outros. Isso é importante para mostrar que elas não estão sozinhas e que existem instituições que estão prontas para apoiá-las”, enfatiza o coordenador do Sebrae/PR.

A partir de agora, assim que for dado início ao processo de abertura na Junta Comercial, a própria entidade fará a indicação para o Sebrae/PR. Com essas indicações, será elaborado um cronograma de atividades, que vai estabelecer como serão feitos o trabalho e as soluções específicas, conforme o perfil das empresas abertas no período.

Segundo Padilha, um projeto piloto já foi realizado e serão testados outros modelos de educação à distância para atender os diversos perfis de empresa. “Esse piloto vai nos mostrar quais as melhores formas de chegarmos a esses públicos. A ideia é dar continuidade nesse trabalho e já temos algumas atividades focadas para essas empresas. De qualquer forma, é o empresário que irá optar como ele prefere receber esse conteúdo.”

 Academia Empresa Fácil

Com a implantação da Redesim e do Programa Empresa Fácil Paraná, a parceria entre Sebrae/PR, Junta Comercial e demais parceiros, tem rendido muitas ações de capacitação para os envolvidos em aberturas, alterações e baixas de empresas no Estado. Entre os meses de agosto e setembro, estão sendo lançados semanalmente vídeos de capacitação destinados a contadores, advogados e empresários envolvidos no processo de abertura de empresas, para informar sobre os procedimentos de registro empresarial realizados pela Jucepar.

De acordo com o presidente da Jucepar, a intenção do programa “Academia Empresa Fácil” é sanar as principais dúvidas na hora de abrir uma empresa ou realizar qualquer outro processo que dependa da autarquia, fornecendo informações e orientações relevantes. “As aulas abordam desde a natureza jurídica de empresas até procedimentos do programa Empresa Fácil. Com essa iniciativa, esperamos reduzir o número de exigências em processos, tornando-os mais ágeis”, afirma Akel.

De acordo com o cronograma, também serão promovidas aulas presenciais em diferentes regiões do Estado. “A parceria com a Junta Comercial é antiga e temos uma série de atividades que estamos promovendo, justamente para fortalecer ainda mais esse projeto que está sendo construído. Além das videoaulas, que são sete no total, também teremos encontros regionais para contadores e relatores, e seis grandes encontros estaduais para os servidores públicos, que já fazem parte da integração com a Junta Comercial. Esses são alguns exemplos de atividades realizados em conjunto e que, de fato, já têm dado muito resultado”, enfatiza Luiz Marcelo Padilha.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos que qualquer dúvida sobre os seus dados, você pode entrar em contato com o DPO da Acig, Margarete Freitas – dpo@acig.com.br(42) 3621-5501.