Notícias

17 de dezembro

Confiança dos comerciantes paranaenses volta a subir

Empresas de maior porte são as mais confiantes neste fim de ano

 

Depois de dois meses consecutivos de quedas, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) do Paraná, aferido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), voltou a crescer.

 

Com 125,3 pontos em dezembro, essa melhora ainda é tímida, de apenas 0,2% no mês, e demonstra que os comerciantes paranaenses estão mais animados pelo aumento das vendas durante as festas de fim de ano, mas ainda estão cautelosos em decorrência da alta da inflação, que onera os insumos e provoca uma pressão sobre os custos das mercadorias.

 

 

Na comparação com dezembro de 2020, o indicador apresenta elevação de 15% e foi um dos melhores índices para o mês de dezembro de toda a série histórica da pesquisa, ficando atrás somente de dezembro de 2011 (131,4 pontos) e de dezembro de 2019 (127,2 pontos).

 

O ICEC paranaense acompanha a média nacional, que marca 120,3 pontos neste mês, e cresceu 0,3% na variação mensal.

 

As empresas de maior porte (com mais de 50 empregados) estão mais confiantes, com 134,5 pontos e variação mensal positiva de 1,8%. Já entre as micro e pequenas empresas (até 50 funcionários) o indicador marca 125,2 pontos, com aumento de 0,2% na comparação com novembro.

 

Fatores

A pesquisa avalia três fatores: Condições Atuais, Expectativas e Investimentos. O único quesito com redução mensal, de -0,3%, foi o que versa sobre as Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC), que ficou em 157,6 pontos. O que mais afetou as perspectivas dos comerciantes do estado foi a projeção pouco animadora sobre a economia brasileira.

 

Com 100,3 pontos – pouco acima dos 100 pontos, fronteira que demarca a avaliação de insatisfação e de satisfação dos empresários –, as Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) cresceram 0,7% de novembro para dezembro e voltaram ao patamar considerado satisfatório. Na comparação com dezembro de 2020, esse subindicador aumentou 31,2%.

 

Já o subíndice Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) está em 118 pontos e aumentou 0,5% na variação mensal e 15,4% na variação anual. A área que mais receberá investimentos por parte dos empresários serão os estoques, com elevação mensal de 3,6%.

 

Assessoria de Imprensa/Fecomércio PR

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos que qualquer dúvida sobre os seus dados, você pode entrar em contato com o DPO da Acig, José Adilson Tratcz – dpo@acig.com.br(42) 3621-5501.