Notícias

21 de outubro

Comitiva portuguesa troca experiências e informações com empresários e poder público de Guarapuava

Na manhã desta segunda-feira (21), no Teatro Municipal de Guarapuava, representantes da Acig (Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava), da Prefeitura Municipal, e empresários locais, reuniram-se com uma comitiva portuguesa composta pelos seguintes membros: vice-cônsul de Portugal em Curitiba, Susana Pereira, cônsul honorário de Portugal em Londrina, Antonio Lourenço Martins, e conselheiro econômico e comercial na embaixada Brasil/Portugal e diretor da AICEP (Agência para Investimento e Comércio Externo de Portugal), Fernando José Carvalho.

 

Na ocasião, o conselheiro econômico e comercial, ministrou a palestra “Investir em Portugal: escolha certa, momento certo”, apontando as potencialidades do país, com enfoque no turismo, inovação tecnológica e segurança.

 

“Portugal é a porta de entrada para um mercado de 500 milhões de pessoas na Europa e mais de 250 milhões de clientes que falam a língua portuguesa. Temos um ecossistema em expansão para as startups, que surgiu no final da primeira década de 2000, mas tem evoluído de maneira rápida, composto hoje por 150 incubadoras e aceleradoras. Além disso, somos o 3º país mais seguro do mundo”, conta Fernando.

 

A vice-cônsul de Portugal em Curitiba, Susana Pereira, enfatizou a representatividade dos brasileiros em Portugal, sendo a maior comunidade estrangeira do país.

 

“São cerca de 100 mil brasileiros, o que considero um número significativo para um país de 10 milhões de habitantes. Além disso, aproximadamente 1 milhão de turistas brasileiros visitam Portugal anualmente. Os brasileiros procuram Portugal não somente para trabalhar e passear, mas também para estudar. Atualmente, há 14 mil estudantes brasileiros nas universidades portuguesas”, declara a vice-cônsul.

 

Para o presidente da Acig, Cledemar Antonio Mazzochin, esta é apenas a primeira de muitas ações que podem ser realizadas entre Guarapuava e Portugal, abrindo possibilidades de investimentos à classe empresarial.

 

“Estamos iniciando a construção de um relacionamento internacional, que tem tudo para render bons frutos aos parceiros envolvidos. É uma via de mão dupla, que abre possibilidades diversas de investimento na América do Sul e na Europa. Tenho certeza que a nossa cidade tem iniciativas empreendedoras que podem virar cases e referências para Portugal. Assim como podemos nos inspirar com as iniciativas de tecnologia, inovação, RH e turismo que vem sendo desenvolvidas de maneira tão eficaz pelos portugueses”, avalia Mazzochin.

 

O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, destaca a visita dos portugueses como uma oportunidade de intensificação do turismo de negócios entre Brasil e Portugal.

 

“O turismo português é um dos mais aquecidos e atrativos da Europa, e este trabalho que estamos fazendo de aproximação vai despertar ainda mais o interesse para outro tipo de turismo: o de negócios. Assim, nossos países podem reatar ainda mais laços que são de origem”, afirma o prefeito.

 

Nesta oportunidade, além da palestra realizada no Teatro Municipal, a comitiva portuguesa também visitará as empresas Santa Maria Papel e Celulose e Cooperativa Agrária.